Sunday, March 25, 2012

Forks Wet 3 e 4 | Watercolor Brushes for Gimp

Alguns dos pinceis mais interessantes para a técnica da aquarela são estes da serie Wet. Estavam meio esquecidos na gaveta e foram re-descobertos pelo Mozart Couto. A serie inicial começou com pinceis estáticos, de fato, segundo o Mozart são os mais interessantes... aí eu fui olhar pra ver o que tinham de particular.
Estes pinceis estáticos criam uma textura muita parecida daquela obtida no papel tramado de aquarela. Então pensei em fazer algumas experiências... transformando-os em pinceis dinâmicos, usando a mesma mancha, mas girando-a levemente, pra evitar que a trama fosse muito repetitiva.
Depois criei um pincel para grandes dimensões, de 256px, muito parecido com os wet 2 originais.
Aqui estão algumas das manchas produzidas pela serie wet 2 estático e os dinâmicos que criei.
Marcas com o pincel Wet 4 de 256 pixels

Tuesday, March 20, 2012

Gimp Brushes: how optimize the brush area.

Experiências e testes para verificar o rendimento de pinceis feitos otimizando a area da mancha.

Estou estudando alguns dos aspectos mais interessantes do pinceis do gimp, a relação que existe entre o espaçamento e a medida final do pincel.

Um modo de você conseguir otimizar pinceis passa pela otimização dos espaços das manchas no pincel... muitas vezes no passado eu colocava uma pequena mancha dentro de um grande espaço branco, p.e., um mancha que ocupava 50 px de diâmetro em um pincel de 100x100 px. Eu notei que esta é uma pratica comum de muitos pinceis, mas não é tão boa, pois aumenta inutilmente o peso do pincel e da elaboração. A dica é estudar os pinceis otimizados dentro do espaço disponível... deixando o menos possível de espaços nas laterais.

Quando você otimiza o pincel dentro da dimensão real, você evita o efeito de ter um pincel menor daquele valor que é apresentado na lista do gimp. Por exemplo, se você usar metade do espaço... o pincel na lista vai estar como 128 px, mas na verdade ele vai ter a metade do tamanho, visto que ocupa somente 50% da área disponível.

Estas noções valem tanto para pinceis dinâmicos (.gih) quanto estáticos (.gbr), mas são mais importantes nos dinâmicos.

Fig.1 | Box 128 px e stroke de 64 px
(não otimal)
Fig.2 | Box 128 e stroke 128 px
(otimal).
Os pinceis dinâmicos são bem complexos e dependendo da quantidade de dimensões, quantidade de camadas e finalmente tipo de comportamentos envolvidos, podem requerer muita memoria e tempo de elaboração do processador. Quando projetamos tais pinceis temos que levar em consideração estas condições.
Outro fator muito importante é o 'spacing' ou 'espaçamento', quando temos, por exemplo, um espaçamento igual a '10', isto implica que teremos as manchas separadas entre si de 10% da medida efetiva do pincel... se for de 128 px, as manchas estarão separadas entre si de aproximadamente 13 px. Então quanto melhor for a otimização do uso das manchas em relação ao espaço disponivel, menos separadas estarão as manchas entre si. Na Fig. 1, teremos um espaçamento maior visto que a mancha ocupa somente 25% da area total do pincel.

Thursday, March 8, 2012

Birds

The last year I've participated an event about the birds at São Paulo in Brazil.
This was my work with imaginary birds and I wrote the text about the beauty of John Ruskin.

Saturday, March 3, 2012

Gimp Brushes Series Revisited

In tutti questi mesi sono stato molto preso dal progetto dedicato ai Brushes di Gimp... adesso finalmente con dei buonissimi spunti nati in questi mesi... ho dei bellissimi strumenti che rendono molto dinamici e interessante le pennellate sui futuri lavori.
Con Mozart Couto, un amico fumettista in Brasile, che mi ha molto incentivato in proseguire questo lavoro, che ho lasciato fermo fin dal 2009. Lui ha gentilmente fatto dei brevi video per esemplificare le qualità di questi pennelli nel nostro programma preferito, Gimp.
La storia e i perché del progetto sono spiegati in questo mio manifesto personale.

Esta é uma serie de testes feito pelo Mozart Couto em uma serie de pinceis que venho construindo a partir de 2008/09.
Estes pinceis estão ainda sendo reelaborados segundo o correto funcionamento dos pinceis de tipo gih (pinceis dinamimos do gimp).
Os testes feitos pelo Mozart se mantiveram o mais simples possiveis e tem a intenção de evidenciar a natureza dos pinceis... sem quaisquer presets o particulares dinamicas com a tablet. De fato muitos destes pinceis foram pensados para serem usados a partir do mouse, mas é claro que com uma tablet o pincel vai dar o seu maximo.
Todos os pinceis foram estudados e projetados para resultarem eficientes sem quaisquer presets, isto simplifica muito o fluxo de trabalho de um artista. Um pincel é um pincel e tão somente! 


Um pouco da história deste projeto vocês podem ler aqui!

Part One
Part Two
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...